Abertura Exposição Caravaggio

No ano de 2012 a Casa Fiat de Cultura recebeu a mostra que reuniu  importantes pinturas de Caravaggio e obras de grandes artistas seguidores do mestre como Orazio Gentileschi, Mattia Preti, Jusepe de Ribera e Giovanni Baglione.

A obra de Caravaggio apresenta a realidade tangível da representação. O impacto realista da reprodução  das  imagens  revela  a  experimentação  e  a  renovação  da  linguagem  artística  no século XVI, a partir do rompimento com as tradições estilísticas para embarcar na tentativa de representar a diversidade das formas sob a luz. Sua honestidade estética renovou a natureza morta, as cenas profanas e, particularmente, os temas  religiosos.  Ao  utilizar  modelos  humanos  tais  como  prostitutas,  crianças  de  ruas  e mendigos  na  representação  de  cenas  iconográficas,  Caravaggio  rompe  com  a  mímese  que fazia a associação do belo ao eticamente bom e do feio ao moralmente mau. Portanto, a feiura e a deformidade em cenas provocadoras são características que distinguem suas obras. A  tradução  das  características  representativas  da  obra  de  Caravaggio  tira  partido  de  seus aspectos dramáticos na aplicação de recursos sensoriais.

A Dois Arquitetura foi responsável pela cenografia do evento de abertura da mostra, onde criamos uma atmosfera barroca inspirada nos contrastes de claro e escuro.

Propusemos  a aplicação de um  fundo de tecido negro e o agrupamento de uma cena principal em primeiro plano, composta por uma mesa central de buffet que utiliza recursos de iluminação sobre seus detalhes. As texturas dos materiais, a montagem e cores da comida, a ambientação sonora do espaço através da música e o contraste das formas sublinhadas pela luz se associavam na configuração do espaço. Nesse sentido, esses elementos estabeleceram uma relação retórica com os convidados, que passaram a atuar na composição de uma cena apropriável.

 

Local: Belo Horizonte – MG

Data: 2012